segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Alberto Caeiro (lembra Luh?)

Hoje estou poético. Para que você lembre das aulas mais ainda vai aqui um pequeno trecho do Mestre, Alberto Caeiro:

Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do mundo...

Um comentário:

Luh disse...

AAAAAAAAAAAAAAAAI *-*
Sinto-me lisongeada se esta Luh for eu :D hahaha!

Claro que me lembro. As poesias de Alberto Caeiro são tão inesquecíveis quanto suas aulas, que ficarão pra sempre em minha memória.
Estou morrendo de saudades =/
Super beijo :**

Luuh